Skip to content

tercera residencia (1935-1945) la ahogada del cielo

junho 10, 2010

VALS

Yo toco el odio como pecho diurno

yo sin cesar, de ropa en ropa vengo

durmiendo lejos

No soy, no sirvo, no conozco a nadie

no tengo armas de mar ni de madera,

no vivo en esta casa.

De noche y agua está mi boca llena.

La duradera luna determina

lo que no tengo

P.Neruda

Manolo com sua leitura diária e os cachorros

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: